30 de jul de 2015

A história do batom

   Eu sempre fui muito curiosa, e uma das coisas que eu sempre tinha curiosidade em saber é como surgiram as coisas, quem criou, e etc. Esses dias enquanto me arrumava para sair, veio na minha cabeça uma pergunta: como surgiu o batom? Então eu fui pesquisar, e como ontem foi comemorado o dia do batom nos Estados Unidos, resolvi compartilhar aqui com vocês!
   Gente, o batom é tão antigo, que não se sabe a identidade do seu criador! O que se sabe é que desde aproximadamente 3500 anos a.C., o ser humano utilizava sucos de frutas e de vegetais para colorir os lábios em rituais místicos, ou para fins medicinais, pois eles perceberam que os lábios eram frágeis e precisavam de proteção contra o frio e os raios UV do sol. Tempos depois, os mesopotâmicos e egípcios aperfeiçoaram o batom, mas ele era feito com algumas substâncias que podiam causar doenças e levar até à morte, por isso ficou conhecido como "O beijo da morte".
    Durante a Idade Média, quase todos os cosméticos foram abandonados, pois as pessoas seguiam as regras da Igreja Católica, que logo associou esses produtos ao demônio. O batom só retornou quando o médico e químico árabe, Abu al- Qasim al- Zahrawi criou o batom na forma sólida que conhecemos hoje. Mas o batom só começou a ganhar mais popularidade durante o reinado de Elisabeth I. Nessa época, surgiu uma moda em que as mulheres deixavam o rosto o mais branco possível, com ajuda de cremes, e contrastava com o batom vermelho. Ele era produzido com cera de abelha e tintas vegetais. Porém, quando a rainha Vitória subiu ao trono, o batom voltou a ser usado somente por atrizes e prostitutas, e só algum tempo depois, lentamente, as mulheres foram voltando a usá-lo.

    Em 1884 o batom moderno foi produzido por perfumistas franceses, mas ele era feito de sebo de veado, óleo de mamona e cera de abelha, e seu embrulho era um papel de seda. Em 1920 e 1930, o uso foi impulsionado mais uma vez por conta dos filmes mudos, e também nessa época, foi criada a embalagem que conhecemos hoje, com o tubinho que sobe e desce o produto.
    Hoje o batom é o cosmético mais usado pelas mulheres, e a cada dia melhora. Temos batons matte, cremosos, cintilantes, de todas as cores, hidratantes, com fator de proteção solar, e até rejuvenecedores! Enfim, eu dei uma resumida na história, por quê senão ia ficar muito grande, e espero que tenham gostado, bjos!

29 de jul de 2015

Saia Godê: Como surgiu e como usar

Oi meninas? Hoje vou falar com vocês uma peça que acredito que tenha no guarda-roupa da maioria de vocês: SAIAS. Vou logo esclarecendo que eu nunca fui fã de saias, pelo contrário, eu odiava essa peça e não usava de jeito algum. Mas, depois de conhecer a saia godê minha opinião sobre elas mudaram totalmente!
Modelagem da Saia Godê - anos 50
O que eu acho mais legal quando se fala em moda é trazer um pouco da história da peça. Por isso, este post vai iniciar por esse ponto! A saia godê é datada dos anos 50, o modelo ganhou maior popularidade quando Christian Dior lançou o New Look. Ela era caracterizada por cintura alta e bastante volume. Tinha comprimento até a panturrilha e era usada com várias anáguas para aumentar cada vez mais o seu volume.
New Look da Dior
Dos anos 50 até 2015 já se passaram 65 anos e a saia godê sofreu inúmeras modificações, porém não perdeu a elegância. A modelagem ficou mais curta, mais solta e não é mais usada com anáguas. Segundo a lindissima modelo Isabella Fiorentino, a saia godê é ideal para mulheres com a modelagem do corpo do tipo retangular e triângulo invertido. Pois, mulheres com essa modelagem tem o quadril sem muitas curvas e a saia godê proporciona uma maior curvatura nesta região.

Tipos de corpo
A saia godê proporciona a mulher muita elegância e dá um toque chique e feminino ao look. Sem contar que ela combina com tudo! Você pode brincar bastante com essa peça. Ela é mais indicada para eventos importantes e que necessitam de elegância. Mas, dependendo da combinação, o look pode ficar elegante ou até mesmo despojado.

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Perceberam como combina com tudo! Desde de Blazer até T-shirts, por isso que eu gostei tanto deste modelo de saia. A minha próxima aposta será a saia midi que a Camila Coelho tanto usou algum tempo atrás... Ela se assemelha muito com a godê dos anos 50. Quando eu criar coragem para experimentar este modelo de saia podem ter certeza que eu compartilho aqui com vocês! 'rs ;)

Quer ver o post da Camila Coelho usando esse look?


E então? Gostou do post de hoje? Qual a sua opinião sobre a saia godê? Deixe o seu comentário! 

Você já conhece Anavitória?

Oi gente! Esses dias eu "descobri" no youtube uma dupla maravilhosa que se chama Anavitória, e estou simplesmente apaixonada pelas músicas que deixam marcas de paz e calmaria em quem as escuta (foi amor à primeira vista escuta, rs). E sim, o nome da dupla se escreve junto mesmo, por quê surgiu a parte da junção do nome das duas cantoras, Ana Caetano (a de cabelo curto) e Vitória Falcão (a de cabelo cacheado).
 Elas cantam o gênero Pop Rural, são de Araguaína- TO, e se conhecem desde pequenas, da escola.  Ana tem 20 anos e além de cantora é compositora e cursa medicina em Minas Gerias, mas li em uma entrevista delas ao site Fala Universidades que ela vai trancar a faculdade e vai para São Paulo para que elas possam se dedicar inteiramente a música. Vitória tem 19 anos e cursa Teatro em São Paulo, ela conta que antes não se enxergava como cantora, mas ao lado da amiga percebeu que a música era o que a fazia feliz. 
Enfim, desde a primeira vez que escutei uma das músicas delas me apaixonei, e não paro mais de ouvir, rs! A voz, a harmonia, a melodia, as letras, tudo se completa tão perfeitamente, e a gente percebe a cumplicidade das duas até pelo olhar!As letras das músicas delas são simplesmente lindas, e os covers ficam mais belos ainda na voz delas! Agora vem ouvir, pra você também se apaixonar, e vocês podem conferir mais músicas no canal delas Anavitória Oficial.

*Primeiro Ep delas*
             

*Covers e outras músicas*
             

Espero que tenham gostado tanto quanto eu! Deixem sua opinião nos comentários!

27 de jul de 2015

Menina Natasha

Ela se sente como um pássaro na gaiola. Ela quer o mundo. O mundo é dela... Ela é do mundo. Ninguém a entende, e ela não quer e nem pretende ser entendida! O mundo é seu, o mundo é nosso! Ela é feliz. E se não está feliz, ela inventa. Porque? Por que a felicidade está dentro dela. Ela só tem que querer ser feliz... E se a impedirem? Ela Foge! Foge dessa vida. Foge das pessoas... foge da sua realidade! Ela se eterniza em si mesma.

E se não dar certo? Ela faz errado. E se acertar? Ela comemora a vitória. Por que a vida foi criada para ser vivida e eternizada de boas lembranças. Não importa o que aconteça depois. O que importa é o agora. O depois é depois e o futuro não esta aqui ainda....




Por hoje é isso.... Deixe sua opinião sobre o post nos comentários. Isso ajuda muito na melhora do blog. Obrigada pela atenção. ;)

As lindas fotografias de Karolina Ryvolova

   Vocês já sabem que eu amo fotografia né? Então, esses dias encontrei na internet uma fotógrafa incrível chamada Karolina Ryvolova, e eu simplesmente amei as fotografias dela, por isso não poderia deixar de compartilhar tudo com vocês! As fotos que eu trouxe hoje parecem ter sido retiradas de um mundo de fantasia. Sua maior inspiração é a natureza e e a beleza. Enfim, vem conferir algumas fotos, e se quiser ver mais é só clicar no site da fotógrafa aqui. 













Enfim, espero que tenham gostado!

24 de jul de 2015

Top 7: Músicas para dançar

Oi gente! Hoje eu resolvi participar de um projeto do grupo Blogs Up que se chama top 7. O tema dessa semana é 7 músicas para dançar. Vamos conferir as músicas?



         1. Enrique Iglesias- Bailando
          
    2.Avril Lavigne- Girlfriend
    3. Taylor Swift- Shake it off
    4. Meghan Trainor- All About That Bass
    5. Demi Lovato- Really Don't Care 

         6. Beyoncé- 7/11
          

          7.  Meghan Trainor- Dear Future Husband
          

Espero que tenham gostado do post, e dançado muito, rs! Bjos!

23 de jul de 2015

Resenha: 12 faces do Preconceito




Hoje vou fazer uma resenha diferente de todas que vocês já viram por aqui. Alguns dias atrás eu compartilhei o meu desafio para as férias, quem quiser ler é só clicar aqui. E ainda nesse post eu falei que já tinha feito a leitura de um dos livros e que mais adiante iria postar a resenha dele aqui. Pois, hoje trouxe a resenha para vocês...

O livro foi escrito por 12 escritores e organizado por Jaime Pinsky. Ele tem uma linguagem clara e simples. Como o titulo já deixa um pouco implícito são 12 textos falando de um tipo específico de preconceito, como, o preconceito com as mulheres, homossexuais, idosos, deficientes, anti-semitismo, entre outros.

Aaa Day, mas a leitura não é cansativa? Entediante? Demorada? Ou intelectual demais? Não! Nada disso... Confesso a vocês que não gostava (e nem tinha o hábito!) de ler livros didáticos. Adorava ler leituras contemporâneas, romances, aventuras... E esse livro mudou meu pensamento sobre livros didáticos! Pois os textos não são demorados, os assuntos são interessantes, e o mais importante, a leitura é como uma conversa sabe? Cada um dos 12 escritores falam do seu tema de uma forma única. É como se cada um, estivesse ali do seu lado, sentado(a) no sofá dando-lhe uma pequena explicação sobre um determinado preconceito. E não é uma explicação cheia de teoria não! É uma explicação de acordo com as situações vivenciadas pelos próprios escritores! Legal né?


Peço desculpas por dois motivos. O primeiro pela quantidade de fotos. eu até que tirei uma fotos legais... mas na hora de coloca-las no post simplesmente não achei; O segundo, pelo tamanho da resenha... Eu gostaria de comentar mais sobre o livro... Mas é complicado falar de um livro didático. E obrigada pela atenção... ;)

20 de jul de 2015

Resenha: Will & Will, um nome, um destino

   Oi gente! Hoje eu fiz para vocês a resenha de um livro que li recentemente e adorei:   Will & Will, um nome, um destino, de John Green e David Levithan (você pode conferir a resenha de outros livros de John Green clicando aqui  ou aqui) .     
                                   

   O livro conta a história de dois garotos que possuem o mesmo nome, e é narrado pelos dois em primeira pessoa, alternando o Will de capítulo em capítulo (o que pode parecer meio confuso no início).
   O primeiro Will Grayson é hétero, estuda e mora em Chicago e tem como melhor amigo Tiny Cooper, um gay que vive trocando de paixões e namorados. Depois, Jane também entra na história, e os três passam muito tempo juntos, até que Jane e Will começam a sentir atração um pelo outro. Uma coisa interessante sobre o primeiro Will é que ele leva muito a sério duas regras: 1- não se importar com nada e 2- manter a boca fechada, pois ele acredita que com essas regras, ele irá conseguir evitar muitos problemas, entre eles ter o coração partido.
   
O segundo Will Grayson é um garoto gay ainda não assumido no inicio do livro, que sofre com depressão após o abandono do pai. É indiferente a tudo e a todos, e na companhia de Maura, pragueja o mundo e conta quantas pessoas sente vontade de matar no dia. Maura possui um sentimento em relação à Will que não é somente amizade, mas que vai levá-la à magoá-lo de um jeito que eu fiquei arrasada. Ele possui um amigo virtual que ele acredita ser o amor da sua vida, Isaac. Sua narrativa é toda em letras minúsculas, por quê segundo David Levithan, é assim que ele se sente o tempo todo.
  Os dois Will Graysons se conhecem em uma sex shop em Chicago, onde o segundo Will acha que iria encontrar Isaac. O que acontece depois, vocês só saberão lendo o livro!
Bom, eu adorei o livro, que é escrito de forma leve e engraçada, e prende a sua atenção até o final. Os personagens são encantadores e a cena final é linda. Super recomendo a leitura desse livro, que vai te fazer enxergar o amor como ele é!

                            
Enfim, é isso, espero que tenham gostado! Já leu esse livro, ou quer ler? Deixe nos comentários, vou adorar saber!





17 de jul de 2015

Eu ainda te espero...


Já te imaginei milhares de vezes, e na realidade você nunca apareceu, mas eu ainda te espero. Ás vezes penso: será se você existe mesmo? Será se você vem mesmo? Eu não sei, só sei que eu ainda te espero. Se vai chegar num cavalo branco, numa moto, ou se vamos nos encontrar por acaso em um dia qualquer na rua eu não sei. Só sei que ainda te espero. Nós nunca nos esbarramos por aí , derrubando meus livros e terminando a cena num encontro de olhares apaixonante, mas eu ainda te espero. Também nunca te conheci por acaso na fila de um banco, nem derrubei bebida em você sem querer, dando a deixa perfeita para o encontro de olhares e o amor á primeira vista, mas eu ainda te espero.  E preciso te dizer que já amo o jeito como você irá (eu espero) me olhar e mexer em meus cabelos, amo as mensagens que você vai me mandar no meio da madrugada falando que está com saudades, e amo os filmes que vamos assistir comendo brigadeiro. Nada disso aconteceu ainda, mas eu já imaginei cada detalhe, e continuo te esperando. E espero também não estar sendo boba aqui imaginando você quando na verdade você nem existe, é só a minha imaginação projetando um desejo meu. Só preciso dizer isso cavalheiro, eu ainda te espero, e vê se chega logo.

15 de jul de 2015

Jonh Green no Brasil


Quem acompanha o blog há algum tempo já deve saber que tanto eu quanto Vitória amamos as obras do escritor Jonh Green. No meu caso, Jonh foi o responsável por resgatar o meu amor pela leitura, pois desde da infância eu amo os livros... passava horas do meu dia dedicada somente a leitura. Lia de tudo, desde histórias infantis até os grandes clássicos (geralmente não entendia nada!). Só que aí eu entrei na pré-adolescência. E foi ai que tudo começou a mudar... Surgiram novas amizades, passeios, festas, conversas, aparelhos eletrônicos, namorados... E o tempo foi ficando cada vez mais curtos e os meus amados livros acabaram perdendo espaço no meu dia. Até que chegou ao ponto de passar 1 (um) ano sem ler nenhum livro. Só que aí apareceu Jonh Green com o seu maravilhoso livro chamado A culpa é das estrelas e desde então eu não parei mais de ler. É um após o outro... (risos)
Jonh Green já lançou 4 livros, que são eles:
A culpa é das estrelas
O teorema Katherine
E mais três livros com outros autores como:
A estrela que nunca vai se apagar
Will & Will
Deixe a neve cair



E além de todos esses livros ainda foram lançados 2 filmes! Adaptados dos livros do Jonh (A culpa é das estrelas e Cidades de Papel). Trailler abaixo.






E para lançar o segundo filme, Cidades de Papel, Jonh veio ao Brasil. Dia 09 o filme foi finalmente lançado aqui no Brasil. E na visita ele participou de várias entrevistas! E até fez uma participação especial em Malhação. Você não viu?

Clique aqui e aqui (exclusivo WEB) e veja o Jonh Green no Fantástico
Clique aqui e veja o Jonh Green no Mais você
Clique aqui e veja o Jonh em Malhação 2015

Um fofo não? O que você achou das matérias? Deixe sua opinião nos comentários.

14 de jul de 2015

Desafio das Férias


Oi gente? Hoje eu vou compartilhar com vocês o meu desafio das férias. A maioria das pessoas tiram as férias somente para descansar, ou fazer outras coisas que na maioria das vezes não acrescentam em nada no seu intelecto. E desta forma o cérebro fica extremamente descansado, ao ponto de no primeiro dia de aula sua letra ficar irreconhecível, ou até mesmo você lembrar de como se pega no lápis de forma confortável. Então, nessas férias eu resolvi fazer algo diferenciado. Além de estudar de segunda a sexta para o vestibular, (é, eu finalmente resolvi que além de fazer Enem vou tentar entrar na faculdade pelo vestibular!) decidi que iria atualizar minha lista de leitura! Então resolvi compartilhar com vocês.


O desafio consiste simplesmente em conseguir ler esses 4 (quatro) livros, durante um prazo de 30 dias. Simples não? Os livros escolhidos foram 12 faces do preconceito organização de Jaime Pinsky, O lado bom da vida de Matthew Quick,  O código da Vinci de Dan Brown e Sociologia para ler os clássicos organização de Gabriel Cohn.





Como já estou a quase 15 dias de férias, eu já consegui conquistar 25% do desafio. Já fiz a leitura do livro 12 faces do preconceito. Então, aguardem! Ainda essa semana tem resenha dele aqui... ;) Bjs.


Melhores frases: Cidades de Papel

Oi gente! Hoje eu venho atender um pedido de uma leitora aqui do blog que pediu um post com as melhores frases do livro Cidades de Papel, que vocês podem ver a resenha clicando aqui. Então, vamos conferir as frases!

"Se eu surtasse toda vez que uma coisa ruim acontecesse no mundo, ia acabar completamente pirado."

"Uma cidade de papel para uma menina de papel. (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente."


"É muito difícil ir embora – até você ir embora de fato. E então ir embora se torna simplesmente a coisa mais fácil do mundo."


"Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor." 

"Em algum lugar eu paro e espero você."

"Você espera que as pessoas não sejam elas mesmas."

"O para sempre é composto de agoras."

"Nada acontece como a gente acha que vai acontecer."


"Quanto mais eu trabalho, mais percebo que os seres humanos carecem de bons espelhos. É muito difícil para qualquer um mostrar a nós como somos de fato, e é muito difícil para nós mostrarmos aos outros o que sentimos."

"Mas as coisas vão acontecendo… as pessoas se vão, ou deixam de nos amar, ou não nos entendem, ou nós não as entendemos… E nós perdemos, erramos, magoamos uns aos outros. E o navio começa a rachar em determinados lugares. E então, quando o navio racha, o final é inevitável. (…) Mas ainda há um momento entre o momento em que as rachaduras começam a se abrir e o momento em que nós rompemos por completo. E é nesse intervalo que conseguimos enxergar uns aos outros. "

“A gente ia ser feliz, a gente ia ser um do outro, a gente ia .. ia… ia… E não foi.”


“- De perto tudo é mais feio. – disse ela.
- Não você. – respondi sem pensar.”

"A cidade era de papel, mas as lembranças não. Todas as coisas que eu tinha feito ali, todo o amor, a pena, a compaixão, a violência, e o desprezo estavam aflorando em mim."


"Basta lembrar que, as vezes, a forma como você pensa sobre as pessoas, não é a maneira como elas realmente são"

Espero que tenham gostado! Bjos!

13 de jul de 2015

13 de Julho: Dia Internacional do Rock

Hoje é o dia do ROCK! 
E o que eu trouxe em memória à este dia? Para comemorar em grande estilo não acho nada melhor do que uma playlist. Nesta playlist tem uma música de cada banda de rock. Entre essas bandas temos Guns N'Roses, Nirvana, AC/DC, Charles Brown Jr., Legião Urbana, Pitty, Ultraje a Rigor, Paralamas do Sucesso, entre outros. 




12 de jul de 2015

Dicas: O que fazer nas férias

Oi gente! Estamos na época das férias, né? Férias que esperamos muito, mas muitas vezes fazemos diversos planos e acabamos só sentadas no sofá assistindo TV, ou conversando no whatsapp, sem sair de casa. Por isso, hoje eu trouxe para vocês algumas ideias de coisas legais para fazer nas férias. Agora chega de conversa, e vamos conferir as dicas!

1- Leia.
Ler é tudo de bom, né? Te faz viajar sem sair do lugar, conhecer pessoas e lugares novos, e te dá mais conhecimento! Pode ser um livro, uma revista ou até mesmo um blog! Aqui no blog nós temos várias resenhas de livros que podem te interessar, é só você clicar aqui.


2- Assista filmes.
Tem sempre um filme novo ou até mesmo que não seja novo que você ainda não assistiu. Ou adaptações de livros, como exemplo, Cidades de Papel, que vai ser estrear no Brasil nesse dia 09 de julho.


3- Saia para fotografar.
E inove, tire fotografias divertidas e diferentes, sozinha ou acompanhada, suas ou da natureza, não importa! Use a criatividade!



4-  Faça um passeio.
Inclusive na sua própria cidade, pois pode haver algum ponto turístico ou outro lugar legal da sua cidade que você ainda não conheceu.



5-Faça algo com as(os) amigas(os).
Você pode convidá-las para fazer alguma das outras dicas, como fotografar , assistir filmes, ou passear. Tudo fica mais divertido na companhia dos amigos!



6-  Mude o visual.
Mudar é sempre bom, por mais que eu ache meio complicado, rs. Mas você pode fazer aquele corte de cabelo ou outra mudança que você quer muito mas adiou por conta da falta de tempo!


7- Renove o guarda-roupa.
Arrume a bagunça que você deixou para organizar depois, tire as roupas que você não usa mais, compre roupas novas ou até mesmo customize as velhas!



8- Inicie um curso.
Não existe momento certo para adquirir conhecimento, nas férias, você pode arranjar um tempinho e iniciar um curso. Nem precisa sair de casa, é só procurar na net que com certeza você vai achar algum cursinho online.


9- Aprenda a cozinhar.
Para não ficar dependendo sempre da mãe, né? Rs Você pode procurar na net várias receitinhas deliciosas e fáceis de fazer! Que tal...



10- Conheça coisas novas.
Que tal conhecer pessoas novas, lugares novos, produtos de beleza novos, livros novos, deve ter tanta coisa legal por aí que você ainda não conhece!



11- Aprenda a fazer uma nail art.
Eu amo fazer nail art, mas sou não sei fazer. Então eu procuro tutoriais e fico praticando, sei que um dia eu consigo, rs! Que tal você fazer isso também? Quem não quer ter uma unha linda sem ter que sair de casa?



12- Tire um dia para você mesma.
Faça um spa em casa, esfolie a pele, hidrate, cuide dos cabelos, faça tudo que tem direito para cuidar de si mesma e que o tempo não deixa antes das férias!


13-  Redecore seu quarto.
Tire um dia para redecorar seu quarto. Você pode fazer quadrinhos fofos, varal de fotos, ou qualquer outra coisa que você goste! Você pode ver um post sobre inspiração de decoração de quartos clicando aqui.



14-Se jogue na arte.
Sabe aquelas roupas velhas que você não aguenta mais? Ou qualquer outra coisa que você já esteja enjoando. Que tal customizar? Você pode deixar esse objeto a sua cara, ou até mesmo fazer outros objetos de decoração!



15- Teste makes novas.
Que tal tentar fazer uma make diferente? Pode ser uma simples para ir a escola ou uma mais elaborada para ir às festas nessas férias!



16- Descanse!
E finalmente, descanse! Afinal férias servem para isso, né?


Espero que tenham gostado das dicas! E você, o que vai fazer nessas férias? Tem mais alguma dica? Deixe nos comentários, vou adorar saber!

7 de jul de 2015

7 on 7- Apresentação

Oi gente! Vocês já sabem que eu amo fotografar, né? Desde o início do blog eu queria participar de um projeto X on X, e finalmente consegui!  O projeto funciona assim: no nosso grupo são 07 pessoas, então todo dia 07, as 07 pessoas irão postar no blog 07 fotos sobre determinado tema.
Para começar, decidimos postar fotos que representem nós mesmos e o nosso cotidiano. Como foi tudo em cima da hora, combinamos que poderia ser só uma foto mesmo, mas como eu já tinha as fotos, me empolguei e trouxe as 07, rs! Então, vem conferir as fotos!

1- Essa foto representa o meu amor pela leitura, que vocês já devem saber, né? rs

2- Esse gatinho mora aqui na minha rua, e como eu adoro animais, resolvi colocá-lo também!

3-  Uma das coisas que mais amo fotografar é a natureza, e busco sempre que posso estar em contato com ela.

4- Adoro observar o céu, e mais ainda fotografar! Tem coisa mais linda?


5 e 6- Essas duas fotos representam um pouco da minha fé.

7- A última e não menos importante representa meu amor por desenhar!

Os outros integrantes do blog são Alef BassMariana Menezes, Camila Carvalho, Bianca Pacheco, Déia Dietrich e Camila Santos. Enfim, espero que tenham gostado do post Vocês podem conferir outras fotografias feitas por mim clicando aqui ou aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dois Jeitos de Ser - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Daiane Santos ¬ Vitória Alves.
Tecnologia do Blogger.